0

Eliziane volta a crescer e embaralha disputa a uma semana da eleição…

Pesquisa divulgada hoje no Jornal Pequeno mostra que a candidata do PPS tem 17,2% das intenções de voto, cinco a menos que o adversário do PP, Wellington do Curso; levantamento, do Instituto Perfil, vai na contramão dos demais e confirma também a realização de segundo turno na capital maranhense

 

elaA candidata do PPS à Prefeitura de São Luís, Eliziane Gama, voltou na crescer na disputa e alcançou 17,2% das intenções de voto na pesquisa do Instituto Perfil, divulgada neste domingo, 25, pelo Jornal Pequeno.

perfilDe acordo com o instituto, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) tem 37,3% das intenções de voto, seguido por Wellington do Curso (PP), que aparece com 22,1%.

Os números do Instituto Perfil é fundamentado em quatro fatos básicos:

1 – deverá haver segundo turno na capital maranhense;

2 – A disputa ainda está indefinida em relação ao provável adversário de Holandinha;

3 – realizada nos dias 19, 20 e 21 de setembro, o levantamento ainda não mediu a repercussão do debate da TV Guará;

4 – O Instituto demonstra extrema coragem e confiança ao ir contra o rebanho e divulgar números totalmente divergente do que aparece no pool de pesquisa que vinham realizando pesquisas em São Luís.

Ainda de acordo com o levantamento do Instituto Perfil,  o candidato do PMDB, Fábio Câmara, ocupa a quarta colocação, com 3,1%, seguido de Rose Sales (PMB), com 2,7% e Eduardo Braide (PMN), com 2,6%.

Cláudia Durans (PSTU), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL) não alcançaram 1% na pesquisa. Outros 6,4% votariam nulo ou branco e outros 6,9%  não souberam ou não quiseram responder à pesquisa.

A Perfil ouviu mil eleitores em São Luís. A margem de erro do levantamento é de 3,1 ponto percentual, para mais ou para menos.

A pesquisa foi registrada no TSE sob o nº de protocolo MA-01931/2016…

0

Candidato à reeleição, Antônio Carlos reúne milhares de pessoas em Colinas…

Com a presença da ex-governadora Roseana Sarney, do ministro Sarney Filho e do deputado federal Aluisio Mendes, prefeito reuniu multidão em praça pública para reafirmar seu projeto para mais quatro anos de projetos para o município

 

Entre José Eider, Aluisio e Antonio Carlos, Roseana discursa ao povo de Colinas

Entre José Eider, Aluisio e Antonio Carlos, Roseana discursa ao povo de Colinas

 

A multidão que participou sexta-feira, 22, do comício realizado em Colinas mostrou a grande liderança do prefeito Antônio Carlos, candidato à reeleição.

Com a participação da ex-governadora Roseana Sarney, do ministro Sarney Filho, do deputado Aluisio Mendes e de outros líderes da região, o ato comprovou o favoritismo de Antônio Carlos na disputa pela Prefeitura de Colinas.

“O povo veio a este grandioso comício demonstrar que aprova o trabalho do prefeito Antônio Carlos e quer mantê-lo no comando da Prefeitura, para dar continuidade ao desenvolvimento do município de Colinas, apesar da total falta de apoio do governo estadual. Nós acreditamos na sua competência e na sua dedicação, por isso apoiamos a sua administração e estamos com ele nessa caminhada que, com certeza, será vitoriosa”, declarou Aluisio Mendes.

Milhares de colinenses foram ao comício prestigiar o prefeito e as lideranças políticas

Milhares de colinenses foram ao comício prestigiar o prefeito e as lideranças políticas

Antonio Carlos reafirmou os compromissos de continuar trabalhando para melhorar as condições de vida dos colinenses, principalmente nas áreas de saúde, educação e infraestrutura. E destacou que conta com o apoio de grandes lideranças políticas para viabilizar mais benefícios para Colinas, já que o município vem sendo discriminado pelo governo Flávio Dino.

Sob aplausos, Roseana disse ter ficado muito feliz com o entusiasmo de todos os que reencontrou em Colinas.

“É muito bom voltar, ser abraçada e saber que a minha obra permanece na cidade, na vida e no coração dos meus amigos, dos moradores de Colinas que me receberam com tanto entusiasmo. Eu não poderia recusar o convite  para estar aqui neste comício. Vi, em cada um,  a esperança renovada e serei eternamente grata por esse carinho do meu povo do Maranhão”, declarou.

0

Em alta no eleitorado, Eduardo Braide quer apoio para entrar nos debates da Difusora e da Mirante…

Candidato que tem apenas 10 segundos de tempo na propaganda mostrou-se o mais preparado no debate da TV Gaurá, mas poderá ficar de fora dos programada Difusora e da Mirante, e espera que o eleitor dê a resposta ao que chama de injustiça

 

Eduardo tem sido destaque em todos o debates, mas espera debater também com Edivaldo Júnior

Eduardo tem sido destaque em todos o debates, mas espera debater também com Edivaldo Júnior

Vencedor do debate da TV Guará, mostrando-se o mais preparado dentre os candidatos, o deputado Eduardo Braide (PMN) tem um desafio na semana que vem: garantir espaço nos debates da TV Difusora e na TV Mirante.

Por enquanto, a Difusora mantém o veto ao candidato do PMN, alegando que seu partido não tem representação na Câmara Federal.

A Mirante, por sua vez, até abriu um precedente, desde que Eduardo alcance ao menos 5% das intenções de votos na pesquisa Ibope, a ser divulgada na próxima quarta-feira.

A meta seria até possível, diante do sucesso da repercussão do debate da Guará, mas a pesquisa Ibope já teria sido encerrada desde a quinta-feira, 22,  embora só tenha previsão de divulgação para a quarta.

Ou seja, o Ibope do dia 28 estaria pronto desde o dia 22 (?)

–  Era preciso que as pesquisas medissem a reação do eleitor a partir do primeiro debate. Tenho convicção de que, se os institutos pegarem a reação do eleitor a partir de sexta-feira, sei que tenho mais de 5% nas intenções de voto. E é isso que vou cobrar – diz o candidato do PMN.

Eduardo Braide garante que sua participação nos dois debates o levará ao segundo turno.

– Estou preparado para governar São Luís e posso provar isso ao eleitor em um debate, de forma humilde e serena. Mas é preciso que a Justiça Eleitoral dê oportunidades iguais a todos para se mostrar ao eleitor – pregou Eduardo.

De qualquer forma, ele faz um alerta ao eleitor.

– Vá às ruas, cobre das pesquisas, diga que quer democracia nos debates da TV – pregou o candidato…

0

Erros que ressuscitaram Edivaldo Júnior…

Guerra fratricida entre candidatos do mesmo campo político, falta de planejamento das campanhas e um intenso uso da máquina da prefeitura e do governo, em todos os aspectos, fizeram o prefeito renascer de uma gestão medíocre para praticamente vencer a eleição em 1º turno

 

Edivaldo: de morto e enterrado a herói do povo ludovicense

Edivaldo: de morto e enterrado a herói do povo ludovicense

É quase uma unanimidade entre analistas políticos, população e formadores de opinião: a gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) em São Luís foi péssima, medíocre, incapaz de resolver os problemas históricos da cidade.

Mesmo assim, ele pode ser reeleito em primeiro turno no dia 2 de outubro.

Como explicar o paradoxo?

Uma conjunção de erros, falta de planejamento e arrogância dos seus adversários – combinado com um uso da máquina pública em proporções nunca vistas – levaram Holandinha da condição de pária a herói do povo ludovicense.

Os erros começaram com a deputada Eliziane Gama (PPS).

Candidata a prefeita desde o fim das eleições de 2012, a deputada federal era a favorita para ser eleita agora, mas não planejou em nenhum aspecto a sua campanha. Negligenciou todos os fatores que formam um bom palanque – partido, mídia, estrutura, aliados… – e acabou esvaziando-se ao longo do período eleitoral.

Eliziane e Wellington: de aliado a adversários fratricidas

Eliziane e Wellington: de aliado a adversários fratricidas

A candidatura do próprio Wellington do Curso (PP) é fruto de um erro de Eliziane.

Até abril de 2016, Wellington era membro do PPS e aliado destacado de Eliziane na Assembleia Legislativa. A falta de articulação da deputada com sua base levou o parlamentar a deixar a legenda e abrir uma nova frente de interesse na disputa municipal.

Saído de uma hora para outra como candidato, Wellington atraiu o PSB não por seus belos olhos, mas por pura falta de opção do partido do senador Roberto Rocha, que se ressentiu com Eliziane e perdeu espaço no grupo que controla Edivaldo Júnior (PDT).

Combinado com o erro da principal adversária, Edivaldo foi literalmente ao mercado, em busca de apoios, atraindo o maior número possível de partidos em troca de cargos e outras benesses.

Obras como esta, iniciada ontem no Coroado, tentam comprar a consciência do eleitor ás vésperas da eleição

Obras como esta, iniciada no Coroado, tentam comprar consciências às vésperas da eleição

Aliado a isso, teve o derrame histórico de dinheiro por parte do governo, para que o prefeito pudesse jogar o entorpecente asfalto na periferia de São Luís, comprando votos com obra de última hora.

A compra continuou na mídia, com a montagem de uma poderosa rede de comunicação, capaz de qualquer coisa para garantir a vitória do prefeito.

E deu no que deu.

Todo este conjunto de fatores somado à omissão do Ministério Público Eleitoral e à leniência da Justiça, fizeram um prefeito morto, derrotado e rejeitado ressuscitar para manter-se no poder por mais quatro anos.

E é isso que se desenha aos olhos do povo…

0

Trator da prefeitura de Vitorino Freire é flagrado em obra particular de Fernando da Rural…

O trator da prefeitura tem sido usado em obra particular

O trator da prefeitura tem sido usado em obra particular

Uma máquina da Prefeitura de Vitorino Freire foi flagrada trabalhando em obra privada no município.

O empreendimento é a construção de um posto de gasolina do empresário Fernando da Rural, candidato a vice-prefeito de José Leandro Maciel, atual prefeito.

O uso do trator configura ato de improbidade administrativa por parte do prefeito.

Está sendo providenciada ação junto ao Ministério Público Eleitoral para apurar o caso. Veja o vídeo…

0

Governo Flávio Dino usa polícia para sitiar Coroatá em favor do seu candidato a prefeito…

Pelo menos oito delegados de polícia e dezenas de oficiais da PM estão no município para impedir a campanha da prefeita Teresa Murad e forçar obras eleitoreiras de última hora, em favor do candidato Luiz da Amovelar Filho

 

O governador Flávio Dino (PCdoB) decidiu usar toda a força do seu governo no município de Coroatá, na tentativa de derrotar a prefeita Teresa Murad.

Para isso, enviou oito delegados de polícias – em um município que só tem um – e dezenas de oficiais da PM com a msisão de impedir a mobilização da adversária e forçar o povo a votar no candidato do governo, Luiz da Amovelar Filho

Em nota divulgada nesta sexta-feira, 23, Teresa denuncia o abuso do poder político do governador e anuncia que fará representação à Justiça Eleitoral  – Ah, a Justiça Eleitoral!!! – por crime eleitoral.

– A cidade encontra-se sitiada na tentativa de impedir o livre exercício da campanha e “viabilizar a afronta à autonomia municipal, com a realização de obras eleitoreiras, sem a devida autorização municipal” – diz a nota.

Dezenas de máquinas estão em Coroatá, fazendo obras sem o menor planejamento, e sem licença da prefeitura, com a guarda de tropas da Polícia Militar encaminhadas por Flávio Dino.

O delegados fazem até a escolta do candidato do governo. Veja o vídeo acima…

0

Apenas margem de erro ainda impede confirmação de primeiro turno para Edivaldo, diz Escutec…

Candidato do PDT cresceu 10 pontos percentuais em uma semana e agora tem 45,3% dos votos nominais e 50,03% dos votos válidos, o que garantiria sua reeleição já no domingo, 2 de outubro

 

numeros

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) alcançou a condição de vencer as eleições no primeiro turno em São Luís.

De acordo com pesquisa Escutec publicada neste sábado pelo jornal O EstadoMaranhão, Edivaldo tem 45,3% dos votos nominais e 50,3% dos votos válidos, garantindo, assim, a vitória no domingo 2 de outubro.

Apenas a margem de erro de 3 pontos percentuais ainda impede confirmar que a vitória de Edivaldo em primeiro turno é consolidada.

Usando a margem nos votos válidos, Edivaldo teria hoje entre 47,3% e 53,3%.

Pela pesquisa Escutec, Wellington do Curso (PP) mantém a segunda colocação, com 24%, bem à rente de Eliziane Gama (PPS), agora com 8,8%.

Eduardo Braide aparece com 5,5% e Fábio Câmara (PMDB) com 3%, seguido de Rose Sales (PMB), com 2%.

Os demais candidatos não alcançaram 1% dos votos…

0

Justiça anula diretório do PSL de Balsas e inviabiliza candidatura de Chico Coelho…

Ex-prefeito mantinha-se na disputa com garantias de liminar na Justiça Eleitoral, com filiação precária, agora anulada pelo juiz; junto com ele, foram anular todas as candidaturas a vereador pelo partido

 

Chico Coelho deve ficar fora da disputa em Balsas

Chico Coelho deve ficar fora da disputa em Balsas

O juiz Sidney Cardoso Ramos, da 3ª Vara Cível da Capital, decidiu nesta sexta-feira, 23, anular todos os atos do Diretório Municipal do PSL em Balsas, incluindo a convenção que escolheu os candidatos a prefeito e a vereador.

Com a decisão, o ex-prefeito Chico Coelho perde a candidatura a prefeito nestas eleições.

O juiz Cardoso Ramos atendeu a recurso do antigo diretório municipal, contra ato da direção estadual, que instituiu nova comissão em Balsas, sob a direção de Edelmo Ramalho.

Trecho da decisão do juiz Sidney Cardoso

Trecho da decisão do juiz Sidney Cardoso

A candidatura de Chico Coelho vinha sendo questionada na Justiça Eleitoral desde a sua homologação. Além dos atos do diretório, também é questionada a data de filiação de Coelho, em data posterior ao prazo legal.

Em recurso que tramita no TRE, Coelho alegou que a competência para julgar atos dos diretórios partidários é da Justiça Comum, que nunca havia se manifestado.

Agora se manifestou, o que inviabilizou sua candidatura…

0

Edivaldo ficou sem pagar IPTU entre 2001e 2007…

Atual prefeito de São Luís passou praticamente todo o primeiro mandato de vereador sem honrar seus compromissos com o tributo, sendo, inclusive, levado ao Cadastro de Inadimplentes do Município

 

IPTU não foi prioridade para o prefeito durante sete anos

IPTU não foi prioridade para o prefeito durante sete anos

Uma bomba que vinha sendo mantida nos bastidores foi revelada nesta sexta-feira, 23: o prefeito Edivaldo Júnior (PDT), cuja campanha apontou o dedo para adversários com supostos problemas fiscais, foi, ele próprio, um devedor compulsivo do IPTU na capital maranhense.

Morador do Edíficio Córdoba, na Ponta do Farol, área nobre de São Luís, Edivaldo passou exatos sete anos sem pagar o IPTU do seu imóvel – entre 2001 e 2007.

C

C

Mesmo sendo eleito vereador em 2004, o atual prefeito continuou sem pagar o tributo durante todo o mandato.

Chegou, inclusive, a ser inscrito na Dívida Ativa de Inadimplentes do Município de São Luís.

A campanha do prefeito tem usado desde o início redes sociais e blogs alinhados para atacar o adversário Wellington do Curso (PP), que foi apontado por documentos vazados pela própria prefeitura, como devedor do IPTU em São Luís.

A diferença entre os dois é que Wellington questionava o débito judicialmente, detalhe que não aparece na relação de débitos de Edivaldo.

Só a partir de 2008, quando disputou o segundo mandato de vereador, é que os débitos do prefeito desapareçam do sistema de inadimplentes, o que leva a cre que ele tenha pagado o imposto.

A revelação é mais uma bomba desta campanha eleitoral.

Que tem sido marcada por denúncias de lado a lado…

0

Hildo Rocha cobra ação do Procon também nas rodovias estaduais…

Parlamentar elogia ação do órgão de proteção ao consumidor, mas pondera que as rodovias sob gestão do governo Flávio Dino estão tão abandonadas quanto as federais, e causam os mesmos prejuízos à população

 

Esrtrada sob a responsabilidade de Flávio Dino: abandono

Estrada sob a responsabilidade de Flávio Dino: abandono

Por meio de vídeo postado nas redes sociais, o deputado federal Hildo Rocha (PMDB) disse que apoia a iniciativa do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MA) que tem aplicado multas por deficiências nas rodovias federais.

– O Procon fiscaliza as estradas federais com justa razão. Eu apoio essa atitude – declarou Rocha.

Mas, de acordo com o parlamentar, a fiscalização deve ser estendida às rodovias estaduais.

– Flávio Dino abandonou diversas rodovias estaduais. A MA-110, por exemplo, rodovia que liga o município de São Bernardo a Magalhães de Almeida está desassistida pelo governo. Não apenas essa, mas diversas estradas. Eu queria que o Procon do Maranhão viesse até aqui para denunciar o Governador Flávio Dino por tamanha irresponsabilidade com o povo maranhense – enfatizou Rocha. Veja o vídeo acima…